Mulher que matou marido em condomínio de luxo no Jardim Maia alega legítima defesa

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Thainá foi detida suspeita de matar o marido, Bruno, a golpes de faca em um condomínio de luxo no Jardim Maia. De acordo com os familiares e amigos, as brigas entre o casal eram constantes. Bruno e Thainá estavam casados há mais de dez anos e tiveram uma filha.

Familiares relatam que o relacionamento era conturbado e marcado por brigas. Segundo informações, Thainá ligou para o irmão de Bruno e avisou que tinha machucado ele. Depois, a mulher enviou um vídeo mostrando que o marido estava morto.

O irmão e amigos de Bruno foram para o local e o encontraram com cinco facadas. Thainá foi presa e alegou que teria se defendido, pois o marido a atacou e feriu o pé dela com a faca. A família da vítima não acredita que Bruno tentou atacá-la, pois dias antes ela havia mencionado que se preciso fosse o mataria com uma faca. Além disso, Thainá não chamou a polícia para socorrer o marido.

A família teme que ela não fique presa e lutam por justiça.

- PUBLICIDADE -