Duas pessoas morreram de dengue em Guarulhos neste ano

Foto: Ivanildo Porto

Guarulhos registrou duas mortes por dengue neste ano. Ainda assim, o total de casos apresentou queda de 10% em relação a igual período de 2021 quando foram contabilizados 894 registros contra 806 agora.

Em todo o país, o número de óbitos em decorrência da doença chegou a 438 no período de 1º de janeiro a 4 de junho. O número representa praticamente o dobro de mortes notificadas em todo o ano passado, segundo o Boletim Epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde.

O estado de São Paulo lidera a lista, com 180 óbitos. Em seguida aparecem Santa Catarina (60), Rio Grande do Sul (49), Goiás (44) e Paraná (43). Há ainda 364 óbitos em investigação.

Somente neste ano foram contabilizados 1,1 milhão de casos prováveis de dengue em todo o país, o que implica em uma taxa de incidência de 517,9 casos a cada 100 mil habitantes. A marca atingida em apenas seis meses já representa mais do que o dobro dos casos registrados em todo o ano de 2021 (544.460).

Em relação a chikungunya, até o momento, Guarulhos tem sete casos positivos confirmados e nenhum óbito. Durante o mesmo período em 2021, foram confirmados 12 casos, sem óbitos. Ou seja, uma diminuição de 42% nos registros. Durante todo o ano anterior, houve um total de 15 casos positivos e nenhum registro de óbito pela arbovirose.

Os casos prováveis de dengue se destacam em maior quantidade, seguido dos casos prováveis de chikungunya no município. Portanto, é importante lembrar que o mesmo indivíduo pode adquirir dengue por até quatro vezes.

- PUBLICIDADE -