Exposição em Itu relembra Revolução Constitucionalista de 1932

Foto: Divulgação

Neste dia 9 de julho, feriado dedicado à Revolução Constitucionalista de 1932, é a data da abertura de uma exposição sobre o tema organizada pelo Museu Republicano de Itu em parceria com o Museu da Música — Itu, a partir de documentos textuais, jornais, livros e peças de acervo das duas instituições ligados a esse período histórico, no Centro de Estudos do Museu Republicano. 

Em Itu, cerca de 300 jovens se juntaram para formar o 3º Batalhão de Caçadores Voluntários Paulistas e lutar na Revolução Constitucionalista de 1932. De farda e capacete que foram usados pelos soldados a partituras e hinos para as tropas compostos durante o período, a exposição também vai apresentar como foi a participação das mulheres na luta, entre outros aspectos do movimento.

A revolução ganhou status de feriado estadual apenas em 1997. “Assim como a instituição do feriado, a exposição sobre a Revolução de 1932 contribui para que esse acontecimento político da história paulista seja mais conhecido”, conclui a supervisora. Com entrada gratuita, a exposição “Itu e a Revolução de 32” poderá ser visitada todos os dias, das 10h às 17h. Mais informações: [email protected]

História do Museu Republicano 

O Museu Republicano “Convenção de Itu” foi inaugurado pelo Presidente do Estado de São Paulo, Washington Luis Pereira de Sousa, a 18 de abril de 1923 e desde então subordinou-se administrativamente ao Museu Paulista que, em 1934, tornou-se Instituto complementar da recém-criada Universidade de São Paulo e a ela se integrou em 1963.

É uma instituição científica, cultural e educacional, especializada no campo da História e da Cultura Material da sociedade brasileira, com ênfase no período entre a segunda metade do século XIX e a primeira metade do século XX, tendo como núcleo central de estudos o período de configuração do regime republicano no Brasil.

Encontra-se instalado em sobrado histórico em Itu, erguido nas décadas iniciais do século XIX, e que se tornou residência da família Almeida Prado. Foi nesse local que se realizou, em 18 de abril de 1873, uma reunião de políticos e proprietários de fazendas de café para discutir as circunstâncias do país e que, posteriormente, se transformou na famosa Convenção Republicana de Itu, marco originário da campanha republicana e da fundação do Partido Republicano Paulista.

Informações

“Itu e a Revolução de 32”

Local: Centro de Estudos do Museu Republicano (Rua Barão de Itaim, 140 – Itu)

Quando: A partir do dia 9 de julho

Horários: Das 10 às 17h, de segunda a domingo

Entrada: gratuita (necessários uso de máscara e apresentação do comprovante de vacinação contra covid-19

- PUBLICIDADE -