Prefeitura orienta profissionais de beleza estética sobre hepatites e outras doenças

Foto: Divulgação/PMG

Em alusão à campanha Julho Amarelo, os programas Imunização e IST/Aids/Hepatites Virais da Prefeitura de Guarulhos promoveram nesta segunda-feira (11), no anfiteatro da Secretaria da Saúde, uma ação conjunta para orientar profissionais de beleza estética sobre a prevenção a hepatites e outras doenças relacionadas à área.

A campanha, que tem como referência o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais, celebrado em 28 de julho, chama a atenção ao combate às hepatites virais e objetiva discutir a importância do uso de preservativos nas relações sexuais, a vacinação contra a hepatite B e as medidas de prevenção à transmissão desses vírus no compartilhamento de materiais perfuro-cortantes durante procedimentos como tatuagem e inserção de piercing, manicure, pedicure, podologia, micropigmentação e demais atividades do ramo da beleza estética.

Os 35 participantes, que se inscreveram previamente, assistiram à palestra e também puderam realizar testes rápidos para a detecção das hepatites B e C. Além disso, a Secretaria da Saúde também disponibilizou a vacinação contra a hepatite B, conforme o calendário vacinal. No total foram realizados 42 testes de hepatite B e C e 20 carteirinhas de vacinação foram analisadas, com aplicação de seis doses contra a hepatite B.

“As orientações de prevenção e promoção à saúde são fundamentais para o público que realiza tratamentos e procedimentos estéticos porque esses são meios muito propícios para a disseminação de doenças. E a testagem é essencial para o diagnóstico precoce e o tratamento em tempo oportuno. Medidas como essas ajudam a ampliar o olhar em relação ao contágio e contribuem para a difusão de informações”, disse a chefe do Programa IST/Aids/Hepatites, Fernanda da Matta.

De acordo com a chefe da Divisão de Epidemiologia e Controle de Doenças de Guarulhos, Patrícia Rosa da Silva, a vacina de hepatite B é ofertada em todas as salas de vacinação da rede municipal de saúde. “O esquema básico é composto de três doses, com intervalos de 30 dias da primeira para a segunda dose e de 180 dias da primeira para a terceira dose. Esse imunizante é preconizado para os profissionais que trabalham em salões de beleza, além de tatuadores, e não há limite de idade para esses profissionais receberem a vacina”, salientou.

Regularização

As atividades de beleza consideradas de alto risco sanitário, tais como estética, tatuagem e piercing, devem solicitar a regularização junto à Vigilância Sanitária para serem devidamente inspecionadas por uma equipe para a obtenção do alvará sanitário.

As demais atividades de beleza consideradas de médio risco sanitário, tais como manicure, pedicure e podologia, devem se regularizar por meio do Via Rápida Empresa da Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp) para obter o devido Certificado de Licenciamento Integrado (CLI), estando todas sujeitas à inspeção sanitária a qualquer tempo.

“A Vigilância Sanitária vai se atentar ao licenciamento e ao cumprimento da legislação vigente por parte desses profissionais, em que serão verificadas as boas práticas em relação à esterilização dos equipamentos utilizados, a desinfecção e higiene dos utensílios, bem como se os produtos usados têm registro no Ministério da Saúde”, ressaltou a chefe do órgão, Luciana Ferreira Fontes.

- PUBLICIDADE -