Faturamento do comércio varejista em Guarulhos volta ao patamar de 2012

O faturamento do comércio varejista de 2015, em Guarulhos, voltou ao nível de três anos atrás. Segundo dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio SP), no ano passado a receita dos comércios registrou um total de R$ 33.168 bilhões, praticamente o mesmo faturamento de 2012, quando contabilizou R$ 29.767 bilhões, segundo o assessor econômico Guilherme Dietze.

As informações divulgadas ontem mostram que em 2014 o montante chegou a R$ 34.474 bilhões, enquanto em 2013, o valor alcançou R$ 35.991 bilhões. “Com o desemprego em alta nos comércios, a situação era esperada. As quedas retratam o cenário de crise econômica atual”, disse Dietze.
De acordo com ele, no entanto, o novo governo melhorará o cenário atual. “Esperamos melhorias ao longo prazo. A situação econômica vai melhorar dependendo da confiança dos empresários (que está crescendo), da queda dos juros e que o consumidor passe a comprar mais”, ressaltou o assessor.

A pesquisa mensal da instituição mostrou também que o faturamento de julho de 2016 apresentou um desempenho ruim em relação ao mesmo mês do ano passado. A porcentagem ficou em 2,6%.
Nos 16 locais pesquisados, a cidade ficou atrás apenas de Osasco (-6,8%), seguida por outras regiões como Bauru (-2,5%) e São José do Rio Preto (-1,1%). O município está na contramão do estado, pois o faturamento de julho, contra o mês anterior, cresceu 0,8% e atingiu o valor de R$ 46,9 milhões. Segundo o levantamento, o montante sofreu alta pelo segundo ano, o que não ocorria desde 2014.

As atividades que tiveram destaque neste mês foram às farmácias e perfumarias (11,5%), supermercados (7,6%) e o grupo outras atividades (5,2%). Essas três altas contribuíram positivamente para o resultado geral com 4,4 pontos porcentuais. A metodologia do estudo tem base em informações da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP).

Reportagem: Leticia Lopes
Foto: Ivanildo Porto