Guarulhos registra mais de 100 mortes no trânsito neste ano, aponta Infosiga

Guarulhos já registra 108 mortes em decorrência de acidentes de trânsito neste ano, segundo dados divulgados ontem pelo governo estadual, através do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga-SP).
Ainda assim o número observado nos nove primeiros meses deste ano é menor do que o contabilizado na cidade em 2015. De acordo com o Infosiga foram registrados 124 óbitos no período no ano passado – representando uma queda de 12% neste ano.

Em todo o estado houve a diminuição de 5% no número de óbitos provenientes de acidentes de trânsito no acumulado do ano em relação ao mesmo período de 2015, o que representa um total de 246 vidas salvas. O mês de setembro, em comparação ao mesmo mês do ano passado, teve redução de 4%, com a preservação de 20 vidas, e teve redução de 9% em relação ao mês anterior, com 44 óbitos a menos.

Já com relação aos acidentes com vítimas, houve uma queda de 22% no acumulado do ano em relação ao mesmo período de 2015 em todo o Estado de São Paulo. Foram 144.084 ocorrências em 2016 contra 185.314 registradas no mesmo período de 2015. Do total de óbitos de acidentes de trânsito ocorridos em setembro de 2016, 82% eram pessoas do sexo masculino, 26% eram jovens de 18 a 29 anos, 40% foram provocados por colisões e 26% por atropelamentos. Os dados deste mês apontam que a maior parte das vítimas eram motociclistas (34%) e pedestres (26%).

O Infosiga-SP é um relatório que traz informações mensais sobre acidentes e óbitos em consequência de ocorrências no trânsito, em todo o Estado. O documento apresenta dados do gênero, faixa etária, perfil da vítima e tipos de acidentes. O programa é baseado na triagem e tabulação de boletins de ocorrência da Polícia Civil do Estado de São Paulo, para o cálculo das estatísticas relativas a óbitos no trânsito. Para cálculo das estatísticas relativas a acidentes de trânsito com vítimas, são utilizados os dados recebidos pela Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal.

Reportagem: Rosana Ibanez
Foto: Ivanildo Porto