Estado receberá R$ 98 milhões para ampliar atendimento à saúde

O Governador do Estado de São Paulo, Dr. Geraldo Alckmin assinou Portarias que estabelecem recursos para o bloco da atençãode alta e média complexidade, ambulatorial e hospitalar, para os municípios e o Estado de São Paulo. Local: São Paulo/SP. Data: 24/10/2016. Foto: Alexandre Carvalho/A2img

O Governo do Estado de São Paulo receberá mais R$ 98 milhões por ano para investir em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Santas Casas e entidades filantrópicas. Ao todo, 45 UPAs e 40 unidades da Santa Casa serão beneficiadas. Os recursos serão enviados pelo Ministério da Saúde. Para assinatura das portarias de habilitação de serviços, o governador Geraldo Alckmin recebeu nesta segunda-feira (24), no Palácio dos Bandeirantes, o ministro da Saúde Ricardo Barros. “Foi uma alegria receber o ministro. Ele assinou importantes convênios de credenciamento com prefeituras do Estado. São convênios extremamente importantes”, declarou Alckmin.

Os convênios permitirão que sejam ampliados os atendimentos de emergência e hospitalar realizados no Estado. A garantia dos repasses para esses serviços só foi possível por causa das medidas de gestão adotadas nos 100 primeiros dias de governo (federal), que geraram economia de R$ 1 bilhão. A destinação do valor anual de R$ 48,2 milhões possibilitará, por exemplo, a habilitação de 40 entidades filantrópicas, incluindo hospitais e Santas Casas. Além disso, 25 UPAs receberão R$ 49,8 milhões por ano. Também serão enviados R$ 39 milhões em emendas às entidades assistenciais de saúde.