Guarulhos começará digitalização de inquéritos em dezembro, diz o Ministério Público Estadual

Guarulhos começará digitalização de inquéritos a partir de dezembro. A informação é do Ministério Público Estadual (MPE). O objetivo é agilizar o acesso aos documentos, dando rapidez aos processos judiciais. Inicialmente serão digitalizados processos da Polícia Civil.

Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção Guarulhos, Alexandre de Sá Domingues, a ação trará muitos benefícios para os juristas da cidade. “A digitalização trará mais agilidade aos processos, já que não é preciso ir até a delegacia para ter acesso ao processo. Vejo este procedimento com alegria”, comentou. Entretanto, Domingues ponderou alguns aspectos. “Tive acesso a um inquérito digitalizado e francamente estava muito ruim, não conseguia ver as fotos. Há muito o que melhorar”, completou o presidente.

A ação vem de uma parceria entre o Poder Judiciário, governo estadual e do MPE. O estado é responsável por fornecer os digitadores, que são funcionários da Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp); o Judiciário, por disponibilizar o espaço físico (onde a digitalização é feita) e a intranet onde os dados são colocados com os processos ficando disponíveis no Sistema de Automação de Justiça (SAJ); e o Ministério Público, pela supervisão e fiscalização de todo o procedimento.

As próximas ações estão previstas para São Bernardo do Campo, Ribeirão Preto e Araçatuba, em novembro; e, além de Guarulhos, Araçatuba, Presidente Prudente, Santo Amaro (na Capital), Mogi das Cruzes, Piracicaba, Bauru, São José dos Campos, Santos e São José do Rio Preto, a partir de dezembro. Dessa forma, serão 15 centrais facilitadoras no estado, no total. O serviço já atende cidades como Campinas, Sorocaba além de uma unidade na Barra Funda, na capital paulista.

Reportagem: Gustavo Druzian
Foto: Ivanildo Porto