Os anos passam e a situação pouco muda no bairro Jardim das Oliveiras, que abriga o Residencial Santos Dumont. Criado em 1992 para a implantação do respectivo conjunto habitacional, moradores estiveram na manhã desta segunda-feira, 20, na Câmara Municipal para reivindicar a regularização fundiária do local e uma possível reintegração de posse do loteamento.

Segundo informações apuradas pelo Hoje, cerca de três famílias já haviam deixado o local, por meio de decisão judicial. Alguns moradores, que optaram por não se identificar, afirmam que desde a ocupação do bairro em 1992 nenhum dos habitantes lá instalados pagam impostos, em especial o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

“O nosso movimento tem como objetivo evitar a reintegração de posse proposta pela Primeira Casa. Eles chegam nas casas e ao mandar sair jogam os móveis na rua. Eles vem com o oficial de Justiça e não
apresentam mandado”, declarou Jorge Rocha, que organiza o movimento dos moradores.

Moradores também revelaram que apesar do imbróglio, o local conta com parte da infraestrutura básica como fornecimento de água e energia elétrica. “Queremos pagar algo que possa nos garantir algo legal e ter a oportunidade de pagar nossos impostos”, explicou Rocha.

A reportagem do Hoje entrou em contato com a Cooperativa Habitacional Primeira Casa para os devidos esclarecimentos sobre o Residencial Santos Dumont, mas fomos informados da impossibilidade de ter qualquer tipo de contato com os diretores da cooperativa, em especial, com o presidente José Ângelo Honorato Batista. O mesmo atende somente com horário pré-agendado.

Reportagem: Antônio Boaventura
Foto: Ivanildo Porto

3 COMENTÁRIOS

  1. INFELIZMENTE VIVEMOS O DESCASO DAS AUTORIDADES,QUE DEVERIAM ZELAR PELA SEGURANÇA E DIREITOS CONSTITUCIONAIS.
    MUITO ME INDIGUINO AO PRESENCIAR TANTAS INJUSTIÇAS COMETIDAS CONTRA O POVO POBRE, HUMILDE E INDEFESO DO JD. OLIVEIRAS INFELIZMENTE O DINHEIRO TEM COMPRADO AUTORIDADES QUE DEVERIAM NOS DEFENDER.
    ALGUNS FATOS NARRADOS NA MATÉRIA ACIMA É A MAIS PURA VERDADE,SERÁ QUE ESTAMOS VOLTANDO NO TEMPO DE (LAMPEÃO),ONDE O QUE FALAVA MAIS ALTO ERA M AS BALAS,A MORTE E A DESGRAÇA?
    O ENTÃO PREFEITO SEBASTIÃO ALMEIDA ESTEVE NO LOCAL COM PROMESSA DE REGULARIZAÇÃO ,MAS FOI SOMENTE PROMESSAS POIS O POVO ESTÁ A PAGAR UM PREÇO ALTO PARA O QUE SE DIZ DONO QUANDO NA VERDADE NÃO É , E NÃO TEM DOCUMENTOS VÁLIDOS QUE NOS GARANTA A POSSE.
    ESSE É APENAS UM DESABAFO
    POIS NÃO SABEMOS ONDE,E QUEM POSSA NOS DEFENDER DE TAMANHA DESGRAÇA,.
    CONFIAMOS SOMENTE EM DEUS QUE É VERDADEIRO !

  2. Em nome de todos os moradores gostaríamos que esse novo prefeito faça o que ele precisa fazer , cuidar da cidade e dar condições para os guarulhenses viverem com dignidade e não se omitir como fez o Almeida . os os moradores do jd.das oliveiras querem dignidade .

  3. Preciso fazer uma denuncia …sou moradora desde o ano 2000, paguei a cooperativa até março /2017 ,depois disso a mesma se recusou a me mandar os carnês alegando que eu abandonei a casa (mentira). Eles tentam tirar os moradores no grito …já fui no procon 2 vezes é a correspondência volta ,já que a mesma não retira a documentação na cx postal… Fiz dois boletim de ocorrência pq a cooperativa fica me entupida do com funcionários me perseguindo ….preciso de ajuda pra resolver meu problema é não perder minha casa ,onde moro com dois filhos menores…Urgente!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here