O ex-secretário de Desenvolvimento Urbano (SDU), durante as duas gestões do ex-prefeito Elói Pietá, Branislav Kontic, foi absolvido nesta segunda-feira (26), pelo juiz Sérgio Moro, por falta de provas. Kontic teve a prisão temporária decretada durante a 35ª Operação da Lava Jato, de nome Omertá, na qual prendeu também o ex-ministro Antônio Palocci.

Sociólogo de formação, Kontic foi assessor de Palocci durante o mandato do petista na Câmara dos Deputados, no período entre 2007 e 2010. A prisão preventiva do ex-secretário foi decretada em setembro de 2016, quando foi apontado pela Operação Lava Jato por intermediar o contato entre Palocci e Marcelo Odebrecht.

Após a prisão preventiva, Kontic chegou a tentar suicídio em outubro do ano passado, quando se desesperou e tomou medicamentos em quantidade elevada. Os policiais levaram o ex-secretário para o Hospital Santa Cruz, onde ele foi internado no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) e submetido a uma lavagem estomacal.

Reportagem: Ulisses Carvalho
ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

Foto: Elói Paulo Lisboa/Folhapress

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here