Ainda em solo norte-americano, o prefeito Guti (PSB) espera contar com o auxílio do Banco Internacional de Desenvolvimento (BID) para colocar em prática o programa “Guarulhos 2040”, que tem como finalidade o investimento em áreas de infraestrutura, tecnologia e novos conceitos. Entretanto, Guti explicou que o programa precisa ser analisado pelo BID.

“Os problemas que nós temos no município são iguais aos demais, mas é lógico, respeitando suas particularidades. Mas, entendo que podemos resolver juntos. Precisamos de recursos para a área de infraestrutura. Esta é uma agenda que pode render muitos frutos. Não tenho dúvida de que possamos trazer recursos para a cidade”, observou.
Já o secretário de Desenvolvimento Científico, Econômico, Tecnológico e Inovação, Rodrigo Barros, acredita que os recursos destinados para o fomento dos projetos precisam ser direcionados diretamente aos municípios e descentralizar esta operação do governo federal. “A gente precisa fortalecer os municípios, até por que os recursos estão centralizados no governo federal. A vida dos munícipes está no município. O prefeito está dispondo de sua energia para o programa ‘Guarulhos 2040’, que abrange os projetos de cidade tecnológica e um projeto de cidade inteligente”, declarou.

O secretário também defendeu a implantação de políticas que possam facilitar o crescimento ordenado da cidade, além de destacar que uma das alternativas para viabilizar o crescimento sustentável do município é o de proporcionar a participação da iniciativa privada nas ações públicas.
“O governo deve agir como facilitador. Nos últimos 25 anos, a cidade cresceu de forma desorganizada. Precisamos atrair investimentos de empresas de transportes e logística e farmacêutica. Vamos abrir futuramente uma PPP para o Parque Tecnológico e iluminação pública com foco em segurança e mobilidade”, concluiu.

Antônio Boaventura
antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here