A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou ontem a reprogramação do pagamento da outorga do Aeroporto de Cumbica, que é administrado pela GRU Airport. A mudança foi possível graças a edição da medida provisória 779, publicada em junho deste ano.

A outorga é o pagamento que a concessionária faz ao governo ao longo do período da concessão. Para Guarulhos o contrato prevê atualmente o pagamento de R$ 1,094 bilhão por ano. Com a mudança, a concessionária antecipará o pagamento de R$ 319,6 milhões da outorga até o dia 20 de dezembro, além de quitar a parcela de R$ 883,6 milhões que deveria ter sido paga em julho de 2017.

Dessa forma, a previsão é que no ano que vem a concessionária pague R$ 171,3 milhões. De 2019 a 2031, serão R$ 810,6 milhões por ano e, ainda em 2031, ela paga uma parcela extra de R$ 355,8 milhões. No ano seguinte, em 2032, a outorga será de R$ 1,215 bilhão.

Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here