Em quase 10 meses à frente da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel), o vice-prefeito Alexandre Zeitune (Rede) afirmou nesta sexta-feira (29), que deixa a pasta com R$ 140 milhões em caixa para futuros investimentos.

Ele também ressaltou que nos primeiros 100 dias de governo foram economizados R$ 120 milhões com revisão de contratos. “Cortamos por dia R$ 1,2 milhão. Tiramos recursos deste palácio e colocamos na rede [municipal de educação]”, explicou durante entrevista coletiva na sede da Secel que reuniu, além da imprensa, os funcionários da pasta.

Neste período em que esteve no comando da Secel, Zeitune revelou que a política de governo construída em conjunto com Guti foi o norte de sua gestão. Ele também destacou que em função do trabalho de reestruturação foi possível restabelecer o poder de investimento daquela pasta.
“Temos um compromisso com a verdade. Temos um compromisso com a cidade. Temos um compromisso com um programa de governo. Aqui as pessoas entenderam o que era um projeto de cidade, sociedade e transformação. Marcas que ninguém pode tirar”, concluiu.

Antônio Boaventura
antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here