Usuário reclama da falta de médico na UBS Parque Continental II

O usuário Cláudio Lopes de Andrade reclama da falta de médico para realizar o atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) Parque Continental II, localizada na rua Pessegueiro, na altura do número 111. Além da falta de médico, a unidade também estaria com carência na questão de fraldas e dificuldade para a marcação de consultas.

“Meu sogro está há 45 dias sem remédio de uso contínuo porque não tem um médico para me passar a receita”, afirmou o condutor escolar Cláudio Lopes de Andrade, alegando que o sogro, José Valentino da Silva, de 88 anos está de cama há oito anos e necessita tomar um medicamento para conseguir dormir, caso contrário, fica agitado durante toda a noite.

Com a falta de médico, os enfermeiros não podem passar a receita. “Há apenas um médico, porém é de outra área. Esse posto era melhor ficar fechado”, afirmou Andrade alegando o descaso, além do mau atendimento realizado pelos funcionários da unidade.

Em resposta ao HOJE, a Secretaria de Saúde afirmou que a unidade não conta com um médico, mas atualmente possui dois, e tem como prioridade a ampliação do quadro de funcionários. Na questão do atendimento, os usuários são sempre acolhidos pela equipe de enfermagem, além de alegar que a secretaria irá entrar em contato com a família.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]