O secretário de Saúde Sérgio Iglesias, destacou a queda na taxa de mortalidade da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Municipal de Urgências (HMU) desde o começo da gestão do Instituto Gerir. De acordo com ele, a queda nestes últimos seis meses foi de quase 8%.

Ele atribuiu os números alcançados ao novo método de gerir o hospital, que durante muitos anos foi alvo de duras críticas da população em grande parte dos serviços ofertados. Em busca de soluções para melhorar o atendimento a população, o prefeito Guti (PSB) optou por terceirizar a administração do HUM

“E só com a mudança da dinâmica assistencial, as taxas (de mortalidade) dentro da UTI despencaram. A média é de 27% e hoje estamos em 19%. São números que me deixam bastante tranquilo com o caminho que a Gerir está seguindo. A UTI ainda não teve sua reforma física, mas deve ser entregue em dezembro”, declarou Iglesias.

Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

1 COMENTÁRIO

  1. Acho que a justiça tem que verificar, se realmente houve essa queda na taxa de mortalidade dentro da UTI do HMU., ou se isso é apenas conversa do Secretário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here