Usuária aguarda há dez meses para marcar consulta na UBS Santos Dumont

A autônoma Aparecida Lúcia Marinho, 37, aguarda há mais de dez meses para tentar marcar uma consulta na Unidade Básica de Saúde (UBS) Santos Dumont, localizada na rua Rafael Fernandes. Segundo Aparecida, a cada dia é uma nova desculpa na unidade, seja sem agenda ou falta de médico.
“Já fui a vários horários e não consegui marcar, além dos meus filhos de 11 e 12 anos que não conseguem passar no médico”, afirmou Aparecida, alegando que mesmo com a presença de três médicos na unidade, muitos moradores enfrentam o mesmo problema no bairro.

Além deste problema, Aparecida também teria realizado um exame de coleta de sangue, porém, quando foi buscar o resultado, descobriu que todas as coletas haviam sido descartadas e teriam que ser refeitas, porque não houve tempo hábil da assinatura de contrato com o laboratório.

Secretaria da Saúde afirma que não procede demora para marcar consulta

A Secretaria de Saúde afirmou ao HOJE que não procede a afirmativa da demora dez meses para conseguir marcar a consulta. “As consultas de rotina estão sendo agendadas para fevereiro, sendo que os casos com prioridade classificados no acolhimento são marcados para dezembro. A UBS Santos Dumont conta atualmente com dois médicos da família para três equipes existentes. A vaga do terceiro médico da UBS Santos Dumont está priorizada para reposição”.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]