Carga de 10 toneladas de peixe podre mantida no Aeroporto de Guarulhos é descartada pelo Ibama

Uma carga mantida em um contêiner refrigerado no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, desde 2013, de peixe podre, será descartada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), na cidade de Mauá. Os peixes estavam no local devido a um problema operacional de uma companhia aérea, cujo a carga teria que chegar primeiro em São Paulo, porém, foi diretamente para o Rio de Janeiro.

*Mais informações você confere na edição do HOJE desta sexta-feira (30).