Aeroporto de Cumbica estuda implantar hotel para animais domésticos

holiday vacation jack russell dog waiting in airport terminal ready to board the airplane or plane at the gate luggage or bag to the side flight ticket in mouth

Nos últimos anos, os hotéis para cães são estabelecimentos cada vez mais vistos nas grandes cidades, principalmente pelo crescimento do mercado pet em geral. Muitos donos de bichinhos de estimação que planejam viajar em qualquer época do ano, contam com diversas opções para deixar seus amados peludos com segurança.
Pensando nisso, o GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, planeja implantar no sítio aeroportuário um hotel destinado aos animais. Atualmente no terminal há hotéis para passageiros, mas com o espaço exclusivo para os bichinhos. Guarulhos se tornará uma referência para outros aeroportos. O projeto ainda está em estudo e não tem data ainda para ser inaugurado.

Na maioria dos hotéis existentes, os animais recebem cuidados veterinários, fazem passeio e participam de algumas atividades. Em geral, o sistema é como de um hotel comum, feito em diárias e com a variação de preços de acordo com os serviços extras que o tutor escolher para o seu pet.
Deixar o bichinho de estimação hospedado em um hotel pode ser muito mais vantajoso do que leva-lo junto na viagem de avião. No Brasil, as regras para que os animais viajem junto com os tutores são estabelecidas pelo Ministério da Agricultura.

O órgão exige vacina antirrábica e atestado de saúde (cada companhia estipula o prazo de validade do exame, entre 10 e 30 dias). Para deixar o país, é necessário que o bichinho tenha um Certificado Veterinário Internacional (CVI) ou um Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos, emitidos pelo órgão. Além disso, algumas companhias aéreas vetam pets em voos internacionais. As empresas também cobram pelo transporte, sendo que a taxa pode chegar a R$ 200.