EMTU estuda reajuste das tarifas em Guarulhos

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) está realizando novos estudos com a possibilidade de reajustar os valores das tarifas do transporte metropolitano, inclusive para os ônibus intermunicipais que circulam em Guarulhos. De acordo com a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos, os resultados devem ser divulgados em breve.

O último reajuste realizado foi no mês de fevereiro do ano passado, quando a área três, composta pelas cidades como Guarulhos, Arujá, Mairiporã e Santa Isabel, teve o maior aumento registrado, com uma alta de 7,18% no Consórcio Internorte.

As outras  áreas com maior aumento foram a formada pelo Consórcio Intervias, e composta pelas cidades como Juquitiba, São Lourenço da Serra, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Embu, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e Cotia, com aumento de 6,65%, seguido pela área quatro, do Consórcio Unileste, que abrange os municípios de Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba Mirim, Salesópolis e Suzano, com reajuste médio de 6,64%.

Na ocasião, durante o decreto do aumento de tarifa realizado durante o ano passado, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), chegou a barrar o reajuste, porém, após decisão do desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, houve o aumento, após o governo de São Paulo alegar que em caso de impedimento, poderia ter um prejuízo de R$ 212 milhões por ano.

Enquanto o estudo ainda não foi divulgado pela EMTU, a tarifa do metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) foi para R$ 4, com o valor de integração dos ônibus municipais de São Paulo com os trens do metrô e CPTM, passando de R$ 6,80 para R$ 6,96.

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto

 

- PUBLICIDADE -