Reaproveitar o material escolar de anos anteriores garante grande economia

Uma boa dica para economizar na compra do material escolar é averiguar o que sobrou ou não foi totalmente utilizado em anos anteriores. É possível, de maneira criativa, tornar os itens que poderiam ser considerados velhos em protagonistas do ano letivo.

O lápis fica de cara nova quando pintado com as tintas que sobraram ou encapado com fitas adesivas coloridas ou até adesivos de personagens favoritos das crianças. No caso das borrachas dificilmente elas são utilizadas até o final. Se estiverem com aspecto sujo elas podem ser limpas com álcool.
O caderno é o item principal na hora da compra do novo material. No entanto, é quase sempre possível reaproveita-lo. Aqueles que só têm metade das folhas utilizadas podem ser tornar em um novo com as folhas que não foram usadas. Nesse caso, é só reutilizar a espiral e personalizar a capa usando adesivos ou figuras de revistas. Pastas e fichários também podem ganhar cara nova com o uso de adesivos.

Os estojos e as mochilas também são itens que podem ser avaliados e reutilizados. Uma boa limpeza e pequenos reparos podem transformar esses itens em novos. Outros materiais são pouco utilizados ao longo do ano podendo ser separados para o início de um novo ano letivo como é o caso de régua, tesoura, compasso e apontador.
Uma dica importante é o cuidado e conservação dos materiais ao longo do ano. Isso se torna fundamental para que possam ser reaproveitados no ano seguinte.