Moradores de condomínio no Pimentas reclamam do abastecimento irregular

Os moradores do condomínio Dunas, inaugurado no dia 4 de janeiro no bairro do Pimentas, reclamam da irregularidade no abastecimento de água pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), que já se estende por 40 dias.

De acordo com os moradores, existe um rodízio de água para os 444 apartamentos do empreendimento. “Há mais de três semanas estamos sendo lesados sem água graças à construtora (Metacons Engenharia). Aqui, pessoas com deficiência, crianças especiais, bebezinhos e idosos estão sem água nem para tomar banho. Eles têm que encher garrafas pets no CEU Pimentas para beber”, disse Vanderleya Rocha, subsíndica do empreendimento.

Já o Saae alega que a água enviada pela autarquia até a entrada do residencial é suficiente para atender à demanda dos moradores, porém alguns problemas durante a construção, que não são de responsabilidade do Saae, impedem que ela seja distribuída a todos. A autarquia ressalta que o encanamento interno não possui vazão suficiente.

Além dos constantes questionamentos sobre a falta de água, os moradores também apontam diversos problemas de infraestrutura nos imóveis. “Aqui eu tenho muitas dificuldades com a rampa de acesso e o problema da água. Os primeiros dias sem água foi muito tenso”, lembrou a cadeirante Silvia Cabral, 44 anos.

A reportagem entrou em contato, por telefone, com a Metacons Engenharia, que tem sede na cidade de Vargem Grande Paulista, mas não houve resposta até a conclusão desta edição.

Antônio Boaventura
[email protected]
Foto: Ivanildo Porto