Prefeitura afirma que ainda não foi notificada sobre liminar da tarifa de ônibus

A prefeitura não foi notificada até o momento sobre a liminar que impede a cobrança de duas tarifas no transporte municipal, segundo informações da Secretaria de Transportes e Trânsito (STT). A liminar foi concedida pela juíza Caroline Quadros da Silveira Pereira, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Guarulhos, que determina o valor de R$ 4,30 para todos os usuários do transporte a partir de segunda-feira (12).

A administração municipal quando comunicada, tem o prazo de 30 dias para recorrer da decisão. Durante a semana passada, outra liminar havia sido obtida, desta vez pelo advogado Edson Belo, que conseguiu a adiar o reajuste até o dia 11 de fevereiro, porém, a prefeitura conseguiu a anulação dessa decisão provisória.

De acordo com a prefeitura, caso não ocorresse o reajuste das tarifas, a administração municipal iria arcar com mais de R$ 70 milhões somente em subsídios ao transporte público. Com os dois valores, R$ 4,30 para os passageiros que utilizam o bilhete único e R$ 4,70 para quem pagar em dinheiro, a prefeitura visa diminuir a circulação de dinheiro nos coletivos.

Foto: Ivanildo Porto