Para a maioria dos brasileiros, o período de carnaval se deu entre os dias 09 e 13 deste mês. Mas, para os 34 vereadores da Câmara Municipal os festejos ganharam dias extras. Assim como na última quinta-feira (08), que antecedeu o feriado carnavalesco, a sessão desta quinta-feira (15) foi cancelada por número insuficiente de parlamentares no plenário.

A ausência dos parlamentares na primeira sessão após o carnaval prejudicou a votação de importantes projetos para a cidade, como o que cria o que o serviço móvel de prevenção a doenças, de autoria do vereador Toninho da Farmácia (PSD). Também seriam votados os projetos que retrata o fornecimento de medicamentos de alto custo e a restrição de financiamento público para artistas que incitem a violência contra a mulher.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here