O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, desembargador Carlos Eduardo Cauduro Padin, se reunirá nesta terça-feira (6) com o prefeito Guti (PSB) e o presidente da Câmara, Eduardo Soltur (PSD). O encontro tem o propósito é o discutir medidas para intensificar os trabalhos para o cadastramento biométrico no município, que será obrigatório nas próximas eleições, cujo prazo se encerra no próximo dia 23.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), cerca de 314 mil eleitores guarulhense precisam fazer o cadastramento biométrico. Os sete cartórios eleitorais do município estão funcionando de segunda a domingo, assim como os postos dos shoppings centers Bonsucesso e Maia.
Segundo maior colégio eleitoral do Estado de São Paulo, Guarulhos é um dos municípios em que o cadastramento biométrico é obrigatório. O eleitor desse município que não comparecer até 23 de março terá o título cancelado. Dos 930.376 eleitores aptos para votar na cidade, 64% – ou 594.004 – já compareceram a um dos oito locais disponíveis para o cadastramento.

A biometria pode ser realizada em qualquer uma das zonas eleitorais de Guarulhos – 176º, 185º, 278º, 279º, 393º, 394º, 395º -, além do Poupatempo e dos postos do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) nos bairros de Cumbica e nos shoppings Bonsucesso e Parque Maia. È necessário agendamento prévio pelo site do TRE-SP.

O processo começou na cidade em fevereiro de 2013, e pode ser realizada de segunda-feira a sexta-feira no horário de expediente das zonas eleitorais, e aos sábados no Poupatempo, das 8h às 13h. Guarulhos passa a ter, neste momento, aproximadamente 931 mil eleitores.

Antônio Boaventura
antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br
Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here