GCM prende acusado de invadir área da prefeitura e vender lotes irregulares

GCM prende acusado de invadir área da prefeitura e vender lotes irregulares

A Guarda Civil Municipal (GCM) prendeu nesta quarta-feira (14) um homem acusado de invadir área da Prefeitura de Guarulhos, na região de Bonsucesso, e vender de forma irregular lotes do terreno que, segundo apuração do HOJE, foi doado pela empresa Trifil à municipalidade na década de 1980. O caso está sendo investigado pela Delegacia do Meio Ambiente de Guarulhos.

De acordo com informações, o homem identificado como Ulisses de Mello comercializava os lotes por R$ 35 mil. Dos 60 identificados no terreno com 21 mil metros quadrados, Mello já havia vendido cerca de 50. Ou seja, obteve uma renda aproximada de R$ 2 milhões.
Um representante do governo municipal revelou à reportagem que alguns compradores foram identificados. No entanto, não há qualquer informação sobre a possibilidade de ressarcimento do valor empregado na compra dos lotes.

Caso a investigação da Delegacia Ambiental comprove a existência de crime, os envolvidos podem responder judicialmente por estelionato, crime ambiental, desmatamento e remoção irregular de terra. Também foi apreendido no local uma máquina retroescavadeira.
Na delegacia, Mello apresentou um suposto documento da área com data de 1945 que pertenceria ao bisavô do avô dele. Contudo, a prefeitura afirma que o local foi uma doação da Trifil para quitar dívida tributária da empresa com o município no ano de 1980. A empresa está instalada na avenida Papa João Paulo I, localizada na região de Bonsucesso.

Antonio Boaventura
antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br
Foto: Ivanildo Porto

Deixe seu Comentário