Estudantes reclamam da queda de teto e falta de salas em escola no Jardim Leblon

Estudantes reclamam da queda de teto e falta de salas em escola no Jardim Leblon

A Escola Estadual Bartholomeu de Carlos, localizada na rua Aracajú, n° 489, no bairro Jardim Leblon, região do Pimentas, sofre com a falta de estrutura, e de acordo com estudantes do terceiro ano do Ensino Médio da unidade, o teto das salas de aula está caindo, há problemas com goteiras e falta de salas de aula.

Parte dos vidros do ambiente escolar estariam quebrados, e segundo os estudantes, quando questionam sobre uma possível reforma na unidade, a resposta é de que não haveria verba. “Os tetos das salas estão caindo e atrapalhando nosso estudo, não temos onde estudar, sou aluno do terceiro ano, estamos preocupado com essa situação e com medo de se machucar, pois toda vez que chove, as salas ficam com goteiras e o teto começa a cair, e dessa forma, nós alunos ficamos sem local para estudar e temos que ficar com quase 60 pessoas em uma única sala”, afirmou um estudante que preferiu não se identificar.
Com a possível lotação, muitos professores não conseguem aplicar as aulas, e o ambiente cheio de pessoas em um pequeno espaço, fica impossível para auxiliar no desenvolvimento das atividades. Ao todo, de acordo com os alunos, quatro salas estariam quebradas, com pedaços do teto da unidade espalhados pelo chão, além da sala 12, que estaria com muita água.

A reportagem do HOJE questionou a Secretaria de Educação do Governo do Estado de São Paulo sobre o problema e também um prazo para a realização da reforma. “A Diretoria de Ensino Guarulhos Sul esclarece que nesta terça-feira (20), engenheiros iniciarão o trabalho na unidade, avaliando a situação do forro para que sejam começados os reparos necessários”.

De acordo com a secretaria, os problemas no espaço escolar teriam sido ocasionados pelas fortes chuvas dos últimos dias, que teriam prejudicado a estrutura do prédio. Em nota, a secretaria ainda afirmou que os alunos estão sendo remanejados e que as atividades escolares seguem normalmente.

Reportagem: Ulisses Carvalho
ulissescarvalho@grupomgcom.com.br
Foto: Divulgação

1 Comentário neste post

  1. Joao Victor Pereira Do Rozario

    Nossa unidade escolar nao esta totalmente seguindo os padroes escolares de estudo, quase a maioria dos professores faltam devido ao medo do que tem ocorrido alem de bombas que ensurdeceram um aluno.
    Precisamos de ajuda, nós lutamos pelos nossos direitos e queremos apenas estudar.

    Responder

Deixe seu Comentário