Contrato com a Fundação do ABC vence neste sábado e deve ser prorrogado pela Prefeitura

Contrato com a Fundação do ABC vence neste sábado e deve ser prorrogado pela Prefeitura

Responsável pela gestão de quatro unidades de saúde do município – Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São João e Cumbica, Pronto Atendimento Maria Dirce e Paraíso, fechado para reforma em dezembro do ano passado -, a Fundação do ABC deve ter o seu contrato, que termina neste sábado (31), prorrogado pela Prefeitura.

Diante deste cenário, o governo municipal descarta a formalização de contrato emergencial para a administração daquelas unidades de saúde, que custam aos cofres públicos o montante aproximado de R$ 6,2 milhões. Nestes postos de atendimento ao público, a entidade do ABCD paulista disponibiliza 650 funcionários.

Com possibilidade de atender cerca de 250 pacientes por dia, a UPA Cumbica, inaugurada nos últimos dias do mês de dezembro do ano passado, foi à última unidade absorvida pela Fundação do ABC na cidade. Suas obras foram concluídas em 2013, porém, a mesma ficou fechada por este período por falta de recursos para contração de novos profissionais.

Desde fevereiro de 2015 no município, a entidade filantrópica, contratada na gestão do ex-prefeito Sebastião Almeida, agora no PDT, convive com uma série de problemas relacionados a atrasos nos pagamentos e benefícios de seus funcionários. Nestas ocasiões, a Fundação do ABC atribuiu esta situação aos atrasos nos repasses de valores pela prefeitura.

Em janeiro deste ano, a administração municipal explicou que os processos já estão em curso, com a preparação da parte técnica e orçamentária. Caso o contrato se encerre antes da conclusão do processo de licitação, será realizada a prorrogação do convênio atual, com cláusula de resolutividade.

Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

 

 

 

Deixe seu Comentário