Estações Guarulhos Cecap e Aeroporto começam a funcionar aos finais de semana

Estações Guarulhos Cecap e Aeroporto começam a funcionar aos finais de semana

Em obras desde o final de 2013, foram inauguradas na manhã deste sábado (31), as estações da Linha-13 Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Guarulhos Cecap e Aeroporto. Inicialmente, as duas linhas passam a operar somente aos finais de semana, das 10h às 15h, com intervalos de 30 minutos entre os trens.

Durante a entrega das estações, houve também o show de forró com o grupo Mulheres na Arte. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) e pré-candidato a presidência da república, destacou a importância deste novo ciclo em Guarulhos, além da ligação entre as estações Luz e Aeroporto. “Esse trem vai ligar as duas maiores cidades de São Paulo. A pessoa poderá vir ao aeroporto pagando apenas quatro reais”, afirmou.

O percurso de acordo com a CPTM entre as estações guarulhenses até a Engenheiro Goulart será de apenas 15 minutos, com a possibilidade de baldeação para a linha 12 Safira, que liga as regiões de Itaquaquecetuba, São Miguel Paulista, Tatuapé e Brás. O vice-governador Márcio França (PSB), destacou a entrega das duas estações e falou sobre a possibilidade de extensão da linha. “É o início de uma nova etapa que nós vamos integrar os outros bairros como Bonsucesso e Pimentas. Vamos contratar agora o projeto executivo para poder iniciar o financiamento da obra”, revelou França.

O custo total da obra é R$ 2,328 bilhões, dos quais R$ 1,1 bilhão foi financiado pela Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), além do Banco Europeu de Investimento (BEI), com R$ 316 milhões de financiamento e R$ 425 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O início das operações da Linha-13 Jade será com os trens de composição da série 9.500, fabricados pela empresa Hyundai-Rotem, porém, a partir do ano que vem, os trens serão substituídos pela frota permanente da linha, de oito composições do consórcio chinês Temoinsa-Sifang,  com destaque para maior tecnologia e bagageiros para os passageiros que transportarem as malas no trem.

A obra contou com 2.500 trabalhadores para a implantação de 12,2 quilômetros de extensão, sendo 4,3 km em superfície e 7,9 km em parte elevado, cruzando as áreas do Parque Ecológico do Tietê e as rodovias Ayrton Senna, Presidente Dutra e Hélio Smidt. A Estação Guarulhos Cecap tem mais de 11 mil m² de área construída, há quatro elevadores, nove escadas rolantes e um bicicletário com 188 vagas. Já a estação Aeroporto tem mais de 20 mil m², 14 escadas rolantes, sete elevadores e uma estimativa de demanda de aproximadamente 20 mil usuários por dia.

Reportagem: Ulisses Carvalho

ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

Foto: Ivanildo Porto

 

3 Comentários neste post

  1. Antonio Balzano Filho

    É claro que a obra sofreu muitos atrasos e a demora causou protestos. Mas, engrandece a minha querida Guarulhos, que merecia esta verdadeira obra de arte na arquitetura urbana. Agora, VAMOS APROVEITAR e viajar com segurança e rapidez. Parabéns Sr. Governador. Parabéns para a minha terra querida.

    Responder
  2. Edinaldo beserra da silva

    Ediblack ? eh meus amiguinhos quando tem pessoas agradável e com objetivos tudo anda para melhor já sou já de carteirinha de todos vocês meus tudo agora cá prá nós mistério silêncio vocês são tudo de bom para guarulhos sucesso sempre em todos os seus objetivos bjs fui

    Responder
  3. Marcelo Medeiros

    Na minha opinião, o local escolhido para ser a estação do CECAP é uma vergonha! A mesma deveria ser construída ao lado do terminal de ônibus metropolitano. Onde eu estou falando, a obra iria beneficiar um número muito maior de pessoas e ninguém teria que enfrentar a “terrível Helio Schmidt” sem necessidade. Mas infelizmente em nosso país, nunca o benefício do povo é colocado em primeiro lugar. Uma pena!

    Responder

Deixe seu Comentário