A dívida da Secretaria da Saúde com os insumos está em R$ 4.270.422,01, de acordo com dados divulgados pela administração municipal. Segundo a prefeitura, no início da nova gestão durante o ano passado, o valor estava em R$ 4.671.326,22.

No mês de fevereiro deste ano, integrantes do Movimento Popular pela Saúde chegaram a relatar a falta de 50% dos insumos no almoxarifado da prefeitura, porém, na ocasião, a Secretaria da Saúde reconheceu os problemas relacionados ao abastecimento, porém, apontava um déficit de 40% dos 1.970 itens para utilização das unidades e distribuição pelos programas durante aquele mês.

Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), usuários e até um funcionário que não quis se identificar também relatam falta de insumos e medicamentos, como é o caso da UBS São Rafael, localizada na rua Domingos de Abreu, n° 216, na Vila São Rafael, a unidade estaria sofrendo com a falta de diversos itens básicos, como papel higiênico, medicamento como Dipirona, além de prontuário e papel toalha.

Quanto aos problemas da UBS São Rafael, a Secretaria de Saúde alega que o fornecimento de dipirona está regular, e a UBS está com o saldo cheio deste medicamento. “Em relação aos demais insumos, a licitação já foi realizada e os produtos já estão sendo entregues nas unidades”.

Reportagem: Ulisses Carvalho

ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

Foto: Divulgação

3 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente não é só a UBS São Rafael que passa por estes problema, trabalho na UBS Marcos Freire e já tivemos pequenas paralisações na Região por falta de insumos, os mesmo materiais que faltaram no S. Rafael e aventais, o CEO Angélica ficou alguns dias sem atender por esse motivo e nos funcionários estamos comprando papel higiênico para o nosso uso e o super prefeito, o que faz em relação ao problema?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here