Fim de feriado: planeje seu retorno nas estradas paulistas

As empresas que administram os 8,3 mil quilômetros de rodovias concedidas no Estado de São Paulo estão com operações especiais para garantir maior conforto, segurança e agilidade aos usuários que retornam do feriado do Dia do Trabalho, comemorado nesta terça-feira (1°).

Segundo a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), aproximadamente 2 milhões de veículos devem circular pelas rodovias que têm acesso à Região Metropolitana de São Paulo, por isso a importância de oferecer alternativas para que o motorista não tenha problemas nas vias de acesso.

Quando a visibilidade for prejudicada, o motorista deve reduzir gradualmente a velocidade e manter aceso o farol baixo – tanto de dia como de noite. Por segurança, nunca se deve parar na pista ou ligar o pisca-alerta com o veículo em movimento.

Em todas as rodovias haverá reforço no monitoramento, operação e manutenção dos equipamentos, como call box, câmeras de TV, painéis de mensagem, veículos de apoio e equipes técnicas. Também está previsto aumento no número de guinchos, ambulâncias e veículos operacionais em geral, além da implantação da operação “papa-fila” nos pedágios para agilizar a passagem nas cabines de cobrança manual, quando necessário.

Os sites das concessionárias terão disponíveis, em tempo real, as condições de tráfego do trecho administrado da rodovia. O trabalho é desenvolvido também em parceria com a Polícia Militar Rodoviária.

Viagens de ônibus

A Artesp trabalha intensamente para fiscalizar questões mecânicas e de conforto em toda a frota que está devidamente cadastrada junto à Agência reguladora. Os passageiros devem entrar em contato com a Ouvidoria da Artesp se forem encontradas irregularidades como más condições do veículo, falta de higiene ou atrasos, entre outros eventuais problemas. O registro pode ser feito pelo telefone 0800.727.83.77 ou pelo e-mail [email protected].

LITORAL

Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI)

Entre 190 e 230 mil veículos deixaram a capital paulista em direção ao Litoral pelo Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI). No retorno dos usuários em direção a São Paulo, os usuários que deixarem para subir a Serra na terça-feira (1º) contarão com a Operação Subida implantada a partir das 10h com previsão de encerramento às 20h.

Nesta operação, a subida será feita pelas duas pistas da rodovia dos Imigrantes e pela pista norte da via Anchieta. A descida será realizada somente pela pista sul da Anchieta. É importante destacar que a inversão de sentido das rodovias do SAI, durante as operações de tráfego, ocorre apenas no trecho de Serra – entre os km 40 e o km 55 da Via Anchieta, e do km 40 ao km 57 da rodovia dos Imigrantes.

Corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto

A Ecopistas, concessionária do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, estimou que entre 840 e 910 mil veículos passem pelas quatro praças de pedágio, nos dois sentidos, de 27 de abril a 1º de maio. No retorno à capital, a previsão é de que o tráfego seja mais intenso entre 12h e 19h do dia 1º (terça-feira).

Rodovia dos Tamoios

Na Rodovia dos Tamoios, cerca de 117 mil veículos devem utilizar as pistas rumo ao Litoral Norte durante o fim de semana prolongado. Para o retorno do feriado, na terça-feira (1°), a pista de subida volta a ter sua configuração normal, com duas faixas de rolamento, ficando a pista de descida com uma faixa.

Em caso de necessidade, veículos extras (guinchos) serão colocados à disposição dos usuários e, junto com o aumento de efetivo, irão suprir o acréscimo de demanda por serviços. Entre 12h de sexta-feira (27) e 13h de quarta-feira (02), as obras que interferem no tráfego da pista no trecho de Serra e nos demais trechos da rodovia serão interrompidas, exceto no domingo (29) e na segunda-feira (30), quando as obras poderão ocorrer, condicionadas ao fluxo de tráfego.

INTERIOR

Sistema Anhanguera-Bandeirantes

A previsão é que até 830 mil veículos passem pelo Sistema Anhanguera-Bandeirantes entre saída e chegada à capital, de sexta-feira, 27 de abril, e terça-feira, 1º de maio. Para a viagem de retorno, o período de maior fluxo será entre 11h e 22h de terça-feira. Na terça-feira (1º), das 14 às 22 horas, os caminhões que se destinam à capital pela Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) devem utilizar a Via Anhanguera (SP-330) no trecho do km 48 ao km 23, entre Jundiaí e São Paulo, acessando a rodovia pela Saída 48 da Bandeirantes.

O desvio tem como objetivo melhorar a distribuição do tráfego. A concessionária prestará apoio à fiscalização feita pela Polícia Militar Rodoviária.

Sistema Castello Branco-Raposo Tavares

O Sistema Castello Branco-Raposo Tavares deve receber 550 mil veículos durante o feriado do Dia do Trabalho. Para o retorno à capital, na terça a previsão é de fluxo intenso entre 10h e 23h.

RODOANEL

Durante o feriado deverão passar 516 mil veículos pelo Trecho Sul e 162 mil pelo Trecho Leste. Destes, a concessionaria prevê que 172 mil veículos deverão utilizar o Rodoanel para descida ao Litoral (sentido Anchieta e Imigrantes).

O fluxo do retorno deve se intensificar nesta terça-feira (1°), entre 7h e 10h e entre 16h e 21h. Nos dias de maior fluxo, a SPMar implantará a operação papa-fila com objetivo de agilizar a venda e cobrança de cupons de pedágios, minimizando a formação de filas na aproximação da praça de pedágio do km 70 – onde se concentra o maior volume de tráfego em épocas de feriados – que proporciona o acesso à Rodovia dos Imigrantes no sentido litoral.

No Trecho Oeste estima-se que cerca de 850 mil veículos utilizem a rodovia entre a próxima sexta e terça-feira. Na volta do feriado, a previsão é de tráfego normal em ambos os sentidos.

Boletins de áudio – No twitter da ARTESP (@artespsp) os motoristas encontrarão o serviço da Agência com boletins sobre as condições de trânsito nas rodovias. Eventuais desvios, acidentes, interdições e situações que demandem atenção especial serão noticiadas pelo twitter da Artesp. Em feriados e em situações de emergência, a Agência intensifica o monitoramento das operações e da prestação de serviços das concessionárias através do CCI, que acompanha toda a movimentação no tráfego e trabalho das equipes de socorro.

Emergências – É importante ter em mãos os telefones de atendimento das operadoras das rodovias e da Polícia Militar Rodoviária para eventuais emergências. O serviço de ajuda ao usuário, prestado pelas concessionárias de rodovias, é gratuito e está disponível 24 horas todos os dias nos 8,3 mil quilômetros de rodovias concedidas paulistas. O atendimento auxilia desde uma simples troca de pneu até a remoção de vítimas de acidentes e prestação de primeiros socorros.

Abaixo, os contatos de emergência da Artesp, DER, DERSA, Polícia Rodoviária e das concessionárias que administram a malha rodoviária paulista:

AUTOBAN                            0800.055.55.50

AUTOVIAS                            0800.707.9000

CART                                    0800.773.0090

CENTROVIAS                      0800.17.89.98

COLINAS                              0800.703.5080

ECOPISTAS                          0800.777.0070

ECOVIAS                              0800.19.78.78

ENTREVIAS                          0800 3000 333

INTERVIAS                           0800.707.1414

RENOVIAS                           0800.055.96.96

RODOANEL OESTE            0800.773.6699

RODOVIAS DO TIETÊ         0800.770.3322

ROTA DAS BANDEIRAS     0800.770.8070

SPMAR                                  0800.774.8877

SPVIAS                                  0800.703.5030

TEBE                                     0800.55.11.67

TRIÂNGULO DO SOL          0800.701.1609

TAMOIOS                              0800.545.0000

VIANORTE                            0800.701.3070

VIAOESTE                             0800.701.5555

VIARONDON                        0800.729.9300

VIAPAULISTA                       0800.001.1255?

ARTESP                               0800.727.83.77

DER                                    0800.055.55.10

DERSA                               0800.7266.300

POLÍCIA MILITAR RODOVIÁRIA SP (11) 3327-2727