Guti vai recorrer a tribunal por aumento de prazo da biometria

O prefeito Guti (PSB) disse que vai pedir ao TRE-SP a flexibilização da exigência de cadastramento biométrico para as eleições deste ano. Políticos da cidade, que é o segundo maior colégio eleitoral do Estado, temem que o alto índice de não cadastrados possa distorcer o resultado das eleições para deputado federal e estadual.

Segundo dados do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), faltam 163.891 eleitores para fazer o procedimento. A cidade tem o segundo maior colégio eleitoral de São Paulo, com 934.531 eleitores.

“Iremos pedir ampliação de prazo e uma agenda com o presidente do TRE, para avaliar a flexibilização da aplicação dessa regra”, disse o prefeito. “Basta pensar que perto de 600 municípios do Estado tem uma população inferior ao número de eleitores que Guarulhos perderá devido à biometria. É natural que os candidatos a deputado que têm suas bases eleitorais na cidade sejam prejudicados. Isso vai gerar um impacto alto”, completou.

O presidente do TRE, desembargador Carlos Eduardo Cauduro Padin, informou por meio de sua assessoria que o tribunal só deve decidir se homologa ou não o resultado do recadastramento em maio. Antes, os magistrados da Corte vão ouvir Ministério Público. Pelo Código Eleitoral, o cadastro de eleitores de uma eleição deve ser fechado até 150 dias antes da eleição.

Foto: Ivanildo Porto