Polícia solicita prisão de suspeito de feminicídio no Cabuçu

A Polícia Civil solicitou na tarde desta sexta-feira (18) a prisão temporária do entregador Jonathan Santos da Silva, de 25 anos, suspeito de assassinar a facadas a vendedora e ex-namorada Danielle Marques dos Reis, 25. De acordo com o delegado do 9° Distrito Policial, Alexandre Gargano, o pedido de prisão foi enviado à Justiça. Até a conclusão desta edição, não havia nenhuma decisão a respeito.

O crime ocorreu na tarde desta quinta-feira (17) na residência de número 2.183 da avenida Palmira Rossi, na região do Cabuçu. Segundo a amiga da família, Adriane Teodoro do Carmo, 22, a vítima namorou com  o acusado por cerca de um ano e recentemente ela teria terminado o relacionamento, o que não foi aceito por Silva, que passou a ameaça-la, segundo contou a amiga. “Ela ficou dormindo dois dias na minha casa porque estava sendo ameaçada”, revelou.

Ainda conforme Adriane, a amiga teria ido à residência onde morava com o namorado apenas buscar pertences pessoais, porém, ao chegar ao local, já teria sido recebida agredida. “Quando ela entrou na casa, o Jonathan já foi pra cima e a esfaqueou pelas costas”, disse. A vítima ainda foi socorrida para o Hospital Geral de Guarulhos (HGG), porém, não resistiu aos ferimentos.

Danielle deixa dois filhos, um de sete e outro de nove anos, de acordo com Adriane. O boletim de ocorrência foi elaborado no 9° Distrito Policial, como homicídio qualificado e feminicídio. O corpo de Danielle foi enterrado às 15h desta sexta-feira (18), no Cemitério da Vila Rio de Janeiro.