UBS Tranquilidade tem vacina, mas falta funcionário para a aplicação, diz gestante

A auxiliar de farmácia Cláudia Garcia dos Santos, 36, alega que compareceu até a Unidade Básica de Saúde (UBS) Tranquilidade, localizada na avenida Emílio Ribas, n° 1897, no bairro do Jardim Tranquilidade, para receber a vacina contra a Hepatite B, porém, foi informada de que havia a dose, mas a unidade estava sem funcionário para a aplicação da vacina.

“Eu saí do trabalho e fui até o local, já que há uma faixa que diz atendimento para as vacinas até às 18h30”, afirmou a gestante de sete meses. Além desse problema, Cláudia alega que a própria gerente da unidade teria tratado mal os usuários. “Tudo se resume na forma que é comunicado, porém, a gerente foi grosseira com as pessoas”, destacou.

Após retornar para a casa sem a vacina contra a Hepatite B, Cláudia alega que irá procurar outra unidade para conseguir receber a dose. “Acredito que vou até a unidade do Jardim Paulista para receber a vacinação”, disse a gestante.

Em nota enviada a reportagem do HOJE, a Secretaria da Saúde reconheceu a falta de profissional para aplicação da dose na unidade. “A secretaria informa que já adotou as providências para que o problema não volte a ocorrer, por meio do remanejamento de um profissional de enfermagem, uma vez que a enfermeira que trabalha até as 19 horas entrou de férias. Esclarece ainda que a diretora da Região à qual a unidade é subordinada vistoriou a UBS nesta quinta-feira (5) e orientou novamente a gerência e demais profissionais sobre as condutas adequadas a serem seguidas”.

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]