Proguaru prevê conclusão da nova sede da Câmara para o 1º semestre

Diferente do cronograma que possui a Câmara Municipal e do prazo publicado na placa de comunicação da realização de obra pública, a Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos (Proguaru) prevê a conclusão dos trabalhos de adaptação e reforma do prédio da antiga Fábrica de Tapetes Lourdes somente para o primeiro semestre do próximo ano. O custo da adequação é de quase R$ 7 milhões.

A Proguaru explicou que trabalha com a data prevista para entrega do prédio que abrigará o administrativo do Legislativo para dezembro. No entanto, a empresa de capital misto não revelou em que data isso ocorrerá. Contudo, informou ainda  que a previsão para conclusão da reforma seja durante o primeiro semestre do próximo ano.

Já a placa de publicidade da obra afixada no local informa que o vencimento do contrato entra a Câmara e a empresa se encerra em 19 de dezembro deste ano. Em contrapartida, o presidente da Câmara, vereador Eduardo (PSB), revelou que a entrega das novas instalações do legislativo municipal deve ocorrer no dia 8 de dezembro, data em que Guarulhos comemora o seu 458º aniversário.

Entretanto, a empresa de capital misto usa como justificativa para as diferentes datas para a conclusão das benfeitorias naquele empreendimento, o fato da obra estar sendo realizada em duas etapas. Com o apoio de 55 profissionais, a Proguaru pretende entregar a primeira etapa, em data não revelada, durante o mês de dezembro.

O imóvel foi adquirido em 2011 por R$ 14 milhões. Existe ainda a possibilidade da Secretaria Municipal de Gestão dividir a estrutura do imóvel com o Legislativo. Segundo informações obtidas pelo HOJE, os departamentos de Patrimônio e Arquivo também ocupariam o imóvel. Assim, a prefeitura economizaria aproximadamente R$ 9 mil por mês.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto