A Polícia Federal (PF) prendeu, em ações distintas realizadas pela PF e Receita Federal, entre esta quinta e sexta-feira (23), no Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos, passageiros tentando embarcar com cocaína e ouro oculto nas bagagens.

Policiais federais abordaram, na tarde da quinta-feira (22), uma passageira, nacional da Espanha e de 22 anos, para entrevista. A mulher, que embarcaria para seu país natal, demonstrou muito nervosismo e deu respostas evasivas aos questionamentos dos policiais, motivando sua condução a uma sala reservada para que fosse submetida à busca pessoal e revista das bagagens. Dentro da mala que seria despachada, os policiais encontraram, envoltos em um edredom, diversos tabletes compostos por um pó prensado que, após periciados, foram identificados como cocaína, cujo volume somou mais de 16 kg da droga. A mulher foi presa em flagrante.

Pouco tempo após esta prisão, servidores da Receita Federal, que fiscalizavam junto ao aparelho de raio-x no porão de bagagens as malas despachadas por passageiros que embarcariam em voo com destino à África do Sul, identificaram material suspeito no interior da mala de uma passageira brasileira, de 37 anos. A passageira já estava no interior da aeronave quando foi abordada e conduzida à PF para acompanhar a realização de perícia em seus pertences. No interior da mala suspeita, foram encontradas 6 latas de frutas em caldas contendo quase 3 kg de cocaína.

No final da noite, outra equipe de servidores da Receita Federal encontrou uma mala suspeita, novamente em voo destinado à África do Sul. A proprietária da mala, uma sul-africana, de 29 anos, teve suas malas revistadas, sendo encontradas 38 carteiras femininas contendo pacotes ocultos com substância branca em pó. Os peritos federais identificaram a substância como cocaína, cujo volume somou quase 4 kg.

Já na madrugada desta sexta-feira (23), servidores da Receita Federal encontraram, ocultos nas hastes dos puxadores de uma mala pertencente a um passageiro nacional da China, de 36 anos, duas barras de ouro, cujo volume somou quase 5 kg. O homem pretendia embarcar em voo com escala em Addis Ababa, na Etiópia, e destino final em Xangai, na China. O homem foi preso em flagrante por usurpação de bens pertencentes à União.

Os presos serão conduzidos aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here