Reportagem: Ulisses Carvalho 

ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

Imagine se no final do mês ao receber uma conta de água ter que pagar R$ 16 mil, pois essa é a reclamação de moradores do Condomínio Alegria, localizado na rua Antônio Gomes, n° 135, no bairro Vila Santo Antônio, próximo a região central. Alegando erros do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), moradores se reuniram e formaram um grupo no WhatsApp que já tem 56 pessoas que passam pelos mesmos problemas de contas de água com valores entre R$ 0, 393, 400, 500 e 600.

A situação já estaria ocorrendo há pelo menos quatro meses, segundo a advogada Vivian Cristine Veraldo Rinaldi, 43. “No mês de setembro minha conta veio R$ 16 mil, e depois abaixaram, mas veio R$ 393. Fomos ao Saae e eles alegam que não há problema com a leitura no hidrômetro”, destacou a Vivian, afirmando que os moradores que não pagaram a conta com esses valores abusivos tiveram a água cortada.

Já a dona de casa Bruna Rodrigues Taranha, 26, que geralmente pagava R$ 80 na conta de água, ainda chegou a verificar se havia algum tipo de vazamento no apartamento, porém, mesmo constatando que não havia, as contas continuaram abusivas. “Teve conta que veio R$ 400, 600, 900 e teve uma que chegou a vir até R$ 0”, alega a dona de casa, destacando que esperou por dois meses até o Saae realizar a análise no hidrômetro.

O HOJE entrou em contato telefônico com a síndica do condomínio, porém, destacou que não iria conceder entrevista por telefone e se prontificou a receber a reportagem na semana que vem. Já o Saae reconheceu o erro nas contas de duas clientes, Vivian e Bruna, e destacou que o condomínio possui telemetria, sistema que envia os dados remotamente aos servidor da autarquia, porém, devido a um erro no sistema, as contas do clientes vieram com valores acima do consumo.

“Ao verificarmos a conta de R$ 16 mil da cliente Vivian Cristine Veraldo Rinaldi, essa imediatamente foi cancelada e já não consta em nosso sistema. As próximas contas serão emitidas com os valores normais.Em relação à cliente Bruna Rodrigues Taranha, identificamos um erro de leitura, porém como já houve parcelamento iremos cancelá-lo e refazê-lo. Como a primeira parcela já havia sido paga pela cliente, será gerado um crédito no novo parcelamento”, afirmou em nota o Saae.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here