Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Com a reformulação proposta pelo governo federal para o programa Mais Médicos, a cidade de Guarulhos precisou substituir os 28 médicos cubanos que atendiam pacientes na rede municipal de Saúde. Entretanto, menos de 50% dos profissionais selecionados para ocupação destas vagas entregaram a documentação, até o momento, para atuação nas unidades da cidade.

Segundo a prefeitura, 16 médicos se apresentaram para a prestação de serviço. No entanto, apenas 10 entregaram a documentação necessária para garantia da vaga. Ou seja, 64% ainda precisam ser ocupadas. A pasta também revelou que Guarulhos conta com uma médica russa na condição de estrangeiro na rede municipal.

Dos profissionais que conseguiram efetivar a sua contratação, por meio, do programa federal, apenas um já iniciou suas atividades. Este faz desde a última terça-feira (4) do quadro de funcionários da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Haroldo Veloso. Existe também a previsão de que outro médico deva começar seus trabalhos na próxima semana na UBS Marcos Freire.

Em Guarulhos, as Unidades Básicas de Saúde com prioridade para receber os novos profissionais são: UBS Seródio, UBS Santa Paula, UBS Ponte Alta, UBS Santos Dumont, UBS Jardim Cumbica 1, UBS Cumbica 2, UBS Fortaleza, UBS Soberana, UBS Marcos Freire, UBS Bambi, UBS Dinamarca, UBS Haroldo Veloso e UBS Nova Bonsucesso, UBS Jacy, além de outras como UBS Primavera, UBS Acácio, UBS Jovaia, UBS Recreio São Jorge, UBS Nova Cidade, UBS Vila Fátima e UBS Cidade Martins.

O edital do programa Mais Médicos é uma seleção para a ocupação de vagas de médicos nos municípios. Assim, como todo processo seletivo, os participantes possuem autonomia em assumir ou não a vaga selecionada. Os profissionais têm até o dia 14 para apresentação nos municípios. Em caso de necessidade, o Ministério da Saúde irá realizar novas chamadas até que complete o quadro de vagas do programa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here