Saúde Agora promoveu mais de 66 mil atendimentos em dois anos

O Programa Saúde Agora encerra as atividades este ano com um saldo positivo. Desde seu lançamento, em maio de 2017, até o momento, o programa contabiliza mais de 66 mil atendimentos, por meio da abertura das Unidades Básicas de Saúde aos sábados. Criado com o objetivo de ampliar o acesso da população à assistência em saúde, a iniciativa ganhou a aprovação da população e tem beneficiado principalmente as pessoas que não podem buscar tratamento durante a semana. O programa retoma as atividades em janeiro de 2019, após as festas de fim de ano.

O Saúde Agora oferece a oportunidade para as pessoas passarem em consulta médica aos sábados, mesmo sem agendamento prévio; realizar exame de papanicolau (de prevenção do câncer de colo de útero) e testes rápidos para detecção do HIV, sífilis e hepatites; colocar em dia a carteirinha de vacinação; participar de atividades de promoção da saúde; além de regularizar compromissos do Programa Bolsa Família e do cadastro no E-SUS, entre outras coisas.

A abertura de UBS aos sábados contribuiu ainda para ampliar o número de atendimentos médicos na Atenção Básica, totalizando um acréscimo de 35.312 consultas de 2017 para 2018, no comparativo de janeiro a setembro. O aumento é ainda maior quando confrontado os últimos dois anos: foram 555.822 consultas realizadas de janeiro a setembro de 2016 contra 641.955 no mesmo período de 2018.

“O Saúde Agora é um marco dessa gestão, pois possibilita maior acesso aos serviços de saúde, com garantia de consultas médicas e ações de promoção e prevenção, em consonância com os princípios do SUS”, destacou a diretora do Departamento de Assistência Integral à Saúde, Bruna Benites de Castro Zalamena.