Motorista de ônibus intermunicipal é preso após ser suspeito de assassinar jovem a facadas em briga de trânsito no Vila Rio

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Um motorista de um ônibus intermunicipal da linha 105, que realiza o trajeto entre o bairro do Jardim Moreira até o Metrô Tucuruvi, em São Paulo, foi preso após ser suspeito de assassinar a facadas o ajudante Vinicius Medina, 18, na avenida Benjamin Harris Hunicutt, no bairro da Vila Rio de Janeiro.

O crime teria ocorrido devido a uma briga de trânsito. O jovem estaria dirigindo um veículo de modelo Fusca, porém, de acordo com a família, o carro estaria com problemas no freio e após não conseguir parar, o veículo teria colidido com a parte lateral do ônibus. O motorista teria descido para verificar a situação e realizado imagens com o celular, quando uma discussão teria iniciado entre os dois.

Mesmo com ônibus que estava com passageiros, o condutor voltou ao ônibus e teria buscado uma faca, onde de acordo com a família do jovem, o motorista, de 48 anos, que não teve a identidade revelada, tentou atingir Medina e não conseguiu, porém, na segunda vez, teria acertado o jovem e fugido logo em seguida.

O condutor do ônibus foi detido pela polícia a poucos metros do local do crime. O boletim de ocorrência foi lavrado no 2° Distrito Policial. O caso ocorreu na tarde do sábado (19), e o corpo do jovem foi sepultado neste domingo (20), no Cemitério da Vila Rio de Janeiro.

O HOJE questionou a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), se após esse caso, o motorista teria sido demitido, porém, a empresa destacou apenas que acompanha o caso. “A EMTU acompanha junto às autoridades policiais a apuração do caso mencionado, ocorrido na avenida Benjamin Harris Hunicutt, no último sábado (19) envolvendo um motorista da linha 105 Guarulhos (Jardim Moreira) / São Paulo (Metrô Tucuruvi), operada pelo Consórcio Internorte”.

Foto: Divulgação