Patrulha Maria da Penha conduz agressor à Delegacia da Mulher de Guarulhos

Assunto: Patrulha Maria da Penha Locall: Paço Municipal Data:23.01.2019 Foto: Fabio Nunes Teixeira

A Guarda Civil Municipal (GCM), por meio da Patrulha Maria da Penha, conduziu na quarta-feira (21) um homem de 36 anos à Delegacia de Defesa da Mulher por descumprimento de medida protetiva. A medida determina uma distância mínima de 300 metros, bem como a proibição de qualquer aproximação ou contato com a vítima por qualquer meio de comunicação.

Depois de uma chamada efetuada à Central de Atendimento da GCM, uma equipe da Patrulha Maria da Penha compareceu à rua Padre João Álvares, residência e espaço de trabalho da vítima. Ao chegarem depararam com o agressor, que conforme relatos da vítima a estava ameaçando. A autônoma K.B.R. informou que manteve uma união estável com F.A.R. há 15 anos, sendo que há seis está separada e tem dois filhos com o ex-companheiro, de 13 e 14 anos. Ressaltou que ele sempre foi violento e que já tinha sido preso duas vezes. A última em março deste ano, quando foi agredida e resgatada pelo Samu, ocasião em que conseguiu medida protetiva de urgência. Desde maio seu caso é acompanhado pela Patrulha Maria da Penha.

Diante disso, vítima e autor foram conduzidos à Delegacia de Defesa da Mulher em Guarulhos, onde a autoridade policial lavrou o Boletim de Ocorrência e, em seguida, conduziu-o ao 1° Distrito Policial da cidade para aguardar a audiência de custódia.

O objetivo da Patrulha Maria da Penha é assegurar o acompanhamento e o atendimento das mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, fiscalizando as medidas protetivas determinadas judicialmente. Neste anojá foram realizadas sete prisões.

Serviço:

Os GCMs atuam 24 horas por dia em casos de denúncias ou de flagrantes. Os chamados podem ser feitos pelos números 153 e 2475-9444.