Policiais militares de Guarulhos serão homenageados após prisão de suspeitos em latrocínio na Vila Augusta

O cabo Rogério Soares e o soldado Rafael Sanchez, do 15° batalhão de Guarulhos, serão homenageados pelo governador João Doria e o secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, nesta quarta-feira (11). A premiação é do programa ‘Policial Nota 10’,e ao todo, nove policiais militares, seis policiais civis e dois técnico-científicos da capital paulista devem receber o certificado do programa.

Em sua oitava edição, a iniciativa, criada pela Secretaria da Segurança Pública, tem como objetivo reconhecer e estimular o bom trabalho policial em todo o Estado de São Paulo. A solenidade acontece na sede do Palácio dos Bandeirantes, localizado na zona oeste da capital paulista.

Os dois policiais de Guarulhos prenderam os quatro suspeitos envolvidos em um latrocínio no bairro da Vila Augusta, no dia 11 do mês passado. Na ocasião, o primeiro indivíduo foi preso em um veículo que apresentava as mesmas características repassadas à polícia. Após a detenção, ele teria indicado seus comparsas e, em continuidade às diligências, a equipe realizou buscas e conseguiu prender os demais envolvidos no crime. O quarteto foi conduzido à delegacia e permaneceu à disposição da justiça.

“Por mais que eu não conhecesse a vítima, a gente faz um juramento de proteger qualquer pessoa do povo. Prender os responsáveis fez com que eu fosse para casa com o sentimento de dever cumprido”, disse o cabo. “É a primeira vez que sou homenageado a nível de Estado. Isso é muito bacana e gratificante”, complementou.

O latrocínio terminou com a morte do comerciante Wilson Shmuio Koga, 55, que foi ferido a facadas por um dos suspeitos. A vítima chegou a ser encaminhada para o Hospital Padre Bento, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu.