Legislativo seleciona propostas para conclusão das obras do novo prédio

Antônio Boaventura

[email protected]

Das 13 empresas que manifestaram interesse na conclusão das obras do antigo prédio da Fábrica de Tapetes Lourdes, localizada na Vila Augusta, a Câmara Municipal selecionou seis delas para que possam continuar na disputa pelo serviço dentro do processo de licitação. A entrega das novas instalações do Legislativo está prevista para outubro do próximo ano.

De acordo o presidente vereador Professor Jesus (sem partido), o projeto apresentado deve gerar uma economia de R$ 12 milhões em quatro anos. “Como presidente da Câmara é um sonho que irá se tornar realidade. Durante o ano vamos economizar R$ 3 milhões e em quatro anos R$ 12 milhões. Acredito que é um ganho muito grande para o município, até por que para nós é o sonho de ter a nossa casa própria”, enfatizou Jesus.

Estão habilitadas a continuar na respectiva concorrência: VPP Engenharia Eireli; Esteto Engeharia e Comércio Ltda; MPE Engenharia e Comércio Ltda.; Itália Engenharia e Construções Ltda EPP; Serg Paulista Construções e Serviços Técnicos Ltda; e Engetal Engenharia e Construções Ltda.

A empresa Informov LTDA desistiu do processo e outras seis foram consideradas inabilitadas: Lopes Empreiteira e Serviços Ltda ME; Spalla Engenharia Eireli; Teto Construtora S.A.; CLD – Construtora, Laços Detetores e Eletrônica Ltda; Solovia Engenharia e Construções Ltda; e Shop Signs Obras e Serviços Ltda.

A aquisição do novo prédio custou em meados de 2011 aos cofres públicos a quantia de R$ 14,8 milhões. Atualmente o Legislativo gasta R$ 3 milhões por ano com o aluguel da sede atual.

Foto: Ivanildo Porto