Câmara derruba veto às emendas de preservação dos direitos trabalhistas

Antônio Boaventura

[email protected]

Com 30 votos dos 34 parlamentares, a Câmara Municipal derrubou na sessão parlamentar desta terça-feira (4) o veto do prefeito Guti (PSB) às emendas implementadas a proposta de extinção do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), que se deu em dezembro do ano passado, para que elas pudessem garantir os direitos trabalhistas dos ex-funcionários da findada autarquia guarulhense.

 “Nós estamos discutindo isso por que houve descumprimento da palavra por parte do Executivo municipal, que disse concordar com os termos. A pior forma de fazer política é quando você esconde o seu real interesse”, declarou o vereador Edmilson Souza, líder da oposição no Legislativo.

O líder do governo, vereador Eduardo Carneiro, disse que a discussão girava em torno de duas emendas da própria Câmara e não do projeto de lei enviado pela prefeitura.

“O que nós estávamos avaliando são duas emendas feitas no Legislativo e não o projeto do Executivo. Independente, qualquer dos vereadores pode entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin). Parece que pega uma situação e tenta desvincular de uma realidade. O que temos é um posicionamento técnico do Executivo em relação as emendas”, defendeu Carneiro.