Inadimplência do guarulhense aumenta 2,8% em janeiro, em relação ao ano anterior

Número em Guarulhos é o maior da região do Alto Tietê

A inadimplência do consumidor em Guarulhos aumentou 2,8% na comparação entre janeiro de 2020 e o mesmo mês do ano passado. Entre janeiro e dezembro, o aumento foi de 0,1%. Os dados são da Boa Vista SCPC, empresa parceira da Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos.

O aumento é o maior da região do Alto Tietê. Comparando os números de calotes do consumidor guarulhense com o Estado de São Paulo, a situação é ainda pior: em São Paulo houve queda na inadimplência de 3% (em um ano).

Para o presidente da ACE-Guarulhos, Silvio Alves, os dados revelam que a retomada do crescimento econômico tem sido mais tímida do que o esperado. “Estamos sim acompanhando uma retomada, mas isso tem acontecido ainda de forma irregular e mais demorada do que o empresário e a sociedade desejam”, apontou.

Segundo Alves, a prova dessa irregularidade na retomada do crescimento econômico está no dado de recuperação de crédito do consumidor, também divulgado pela Boa Vista. Entre janeiro de 2019 e de 2020, o indicador cresceu 12,3%.

De acordo com a Boa Vista, o indicador de registro de inadimplência é elaborado a partir da quantidade de novos registros de dívidas vencidas e não pagas e o indicador de recuperação de crédito é elaborado a partir das exclusões de registros informadas à empresa pelas empresas credoras.