Vereadores correm o risco de ser ‘expulsos’ do PSDB por integrarem a base do prefeito

O PSDB Guarulhos, presidido pela empresária Fran Corrêa (indicada ao cargo pelo governador João Doria), quer a saída dos vereadores Geraldo Celestino, Gilvan Passos e Lauri Rocha do partido por eles integrarem a base de apoio do prefeito Guti na Câmara Municipal. O HOJE apurou que nenhum dos três parlamentares pretende sair da sigla e, muito menos, ir para a oposição.

A reportagem obteve a informação de que os parlamentares tucanos foram notificados da decisão. Procurada, a presidente do PSDB Guarulhos optou por não se pronunciar sobre o assunto.

Eleito com pouco mais de 3 mil votos, Rocha, que também preside a Comissão de Educação, Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, da Câmara, disse que desconhece o pedido da direção do partido para que os parlamentares deixem a legenda.

“Não estou sabendo de nada ou qualquer ação neste sentido por parte da presidência do partido. Não chegou nenhum comunicado pra mim, por tanto, não posso comentar o que eu não tenho conhecimento”, justificou.

Já o vereador licenciado Gilvan Passos, secretário de Segurança Pública do município, ressaltou, através de sua assessoria de imprensa, que não foi oficializado de nenhuma decisão adotada pelo PSDB guarulhense. Em contrapartida, o vereador suplente Geraldo Celestino (foto), que pode estar de transferência para o Podemos, não foi encontrado para comentar o assunto.