Covid-19: Em Guarulhos, Doria garante abastecimento de insumos essenciais no Estado

Em visita à Bauducco, Doria garantiu o abastecimento de insumos essenciais em todo estado
Em visita à Bauducco, Doria garantiu o abastecimento de insumos essenciais em todo estado (Foto: Divulgação)

Antônio Boaventura
[email protected]

Em visita neste sábado (28) à fábrica da Bauducco, localizada no bairro de Vila Endres, João Doria (PSDB), governador do Estado de São Paulo, garantiu que não haverá desabastecimento dos insumos classificados como essenciais – alimentos e medicamentos -, em todo território paulista. No entanto, o chefe do Poder Executivo Bandeirante ressaltou a necessidade das fábricas seguirem as determinações e orientações sanitárias impostas pelo Ministério da Saúde.

“Não há desabastecimento em São Paulo e nem haverá. É assim, mostrando a realidade, fábricas trabalhando, funcionários produzindo e alimento chegando até os pontos de distribuição. E nós queremos oferecer tranquilidade e a certeza de que não há a menor perspectiva de termos desabastecimento. É São Paulo trabalhando para os brasileiros de São Paulo e para os brasileiros em todo País”, declarou João Doria, governador do Estado.

O tucano também ressaltou que as fábricas e indústria do estado podem manter sua jornada de trabalho e produção normalmente, desde que sigam as normas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e avalizadas pelo Ministério da Saúde. De acordo com ele, é desta maneira que será possível garantir o abastecimento de insumos como alimentos e medicamentos em todo estado.

“Todas as indústrias no Estado de São Paulo podem funcionar. Para garantir o abastecimento do nosso Estado e do País. E devem seguir as regras sanitárias para proteger seus funcionários e fornecedores. Agradeço o empenho de todos os profissionais que atuam nas indústrias de diversos setores, que estão garantindo que alimentos, medicamentos e insumos cheguem até a população”, explicou.

Já Adilson Spolidoro, diretor da fábrica da família Bauducco, revelou que as atividades não foram interrompidas por conta da pandemia provocada pelo Covid-19. Entretanto, o dirigente destaca que os métodos de trabalho e as orientações precisaram ser implementadas à àquelas que existem na empresa. Além da prevenção contra a possibilidade de contaminação pelo vírus, Spolidoro ressaltou o comprometimento da indústria guarulhense de alimentos no abastecimento dos comércios de todo País.

“Nós estamos trabalhando normal e com nossa capacidade total. Estamos recebendo todas as matérias-primas, as pessoas estão chegando no trabalho, e estão trabalhando conforme nossas normas e as novas determinações do Ministério da Saúde, mantendo distância das pessoas, com toda parte de higienização, máscaras, assepsia, além do cuidado redobrado na saúde do nosso melhor ativo que são as pessoas. Nós estamos atuando forte para abastecer os mercados”, encerrou.