Covid-19: HC de Botucatu assina convênio com Governo do Estado para realizar 20 mil testes

Hospital das Clínicas de Botucatu irá produzir 20 mil testes para Coronavírus - Crédito: Divulgação

Da Redação
[email protected]

Uma reunião na Superintendência do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) reuniu autoridades do município e marcou o estabelecimento de um convênio entra a Universidade Estadual Paulista (Unesp), o HC, a prefeitura e empresas. O acordo visa à ampliação dos testes da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus.

A iniciativa tem o objetivo de enfrentar a epidemia do modo mais eficaz, por meio de testes. “Botucatu saiu na frente com uma estratégia inédita, a de agregar tudo aquilo que foi positivo em diversos países”, explica a diretora da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB) da Unesp, professora Maria Cristina Pereira Lima.

Cerca de 20 mil testes serão realizados pelo Laboratório de Biologia Molecular do Hemocentro do HCFMB ao longo de quatro meses. A realização dos exames será iniciada imediatamente, prioritariamente em pacientes graves internados no HC e em profissionais da saúde com sintomas gripais.

“A cidade vem mantendo, com muito esforço, o isolamento social; as pessoas estão ficando em suas casas. Contamos com o Hospital das Clínicas, que é uma referência e está sendo apontado como uma referência pela Secretaria de Estado da Saúde para receber casos graves da doença. Contamos com a Unesp, no campus de Botucatu, que une todos os esforços para que a gente possa fazer o diagnóstico por biologia molecular do maior número de casos possíveis”, pontua a gestora.

Impacto – Segundo o infectologista do HCFMB Carlos Magno Fortaleza, a rápida identificação e o isolamento dos infectados com COVID-19 e das pessoas que com eles convivem são essenciais para reduzir o impacto da pandemia.

“O HC já conta com 500 kits do teste considerado padrão-ouro (RT-PCR), que identificam o coronavírus, para os pacientes graves e internados. Esse é um esforço inédito para combate à enfermidade e posiciona nossa cidade na vanguarda dessa luta”, afirma o professor.

O superintendente do HCFMB, o médico André Balbi, avalia que o acordo selado nesta ação pioneira será essencial na luta do hospital contra o coronavírus. “Essa parceria fortalece ainda mais nossa assistência, que está trabalhando incansavelmente para atender todos os pacientes que precisarem do HC neste momento”, salienta.

Critérios – Os critérios para a realização de testes na população em geral, após a testagem do grupo prioritário (internados graves e profissionais da saúde) serão os seguintes:


1 – Pessoas com sintomas gripais que tiveram contato próximo com casos confirmados ou suspeitos de COVID-19;
2 – Pessoas com sintomas gripais que pertencerem ao grupo de risco (idoso ou com doenças crônicas).

Auxílio da Fapesp – Nesta terça-feira (31), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) sinalizou positivamente para uma demanda de pesquisadores da Unesp em Botucatu. De acordo com a diretora da Faculdade de Medicina, foram solicitados recursos de duas fontes diferentes (assistência e pesquisa) para aquisição de insumos que serão utilizados na realização de exames.

“Nós poderemos usar recursos para comprar o material necessário para 5 mil exames”, lembrou a dirigente da unidade universitária. A utilização da verba será para assistência, em primeira instância, o que possibilitará o aprendizado e o conhecimento do vírus e da manifestação da doença no Brasil.