Eleições 2020: Com sete vereadores eleitos, PSD tem a maior bancada da 18ª legislatura

Antônio Boaventura
[email protected]

Formado sob a batuta do prefeito Guti (PSD) durante o período permitido pela Justiça Eleitoral para troca de siglas partidárias, o PSD conseguiu formar a maior bancada para a próxima legislatura da Câmara Municipal, que começa no dia 1º de janeiro de 2021 e termina no dia 31 de dezembro de 2024. Neste pleito, a legenda registrou a eleição de sete vereadores, sendo seis deles reconduzidos.

Com base na formação da chapa para concorrer à reeleição, Guti, caso seja reeleito prefeito para os próximos quatro anos, sua base governista na Câmara Municipal já conta com 20 aliados. São 7 parlamentares do PSD, 3 do PTC, Cidadania, Republicanos, PSC e Patriota com dois cada, além do MDB e PSB com um representante cada. O Podemos foi a única legenda desta composição que não conseguiu eleger nenhum vereador.

Já a segunda maior bancada do legislativo guarulhense pertence ao Partido dos Trabalhadores. O PT, que perdeu para este pleito os vereadores José Luiz – optou por não disputar -, e Edmilson Souza, que migrou para o PSOL. Apesar destas baixas, os petistas conseguiram eleger cinco vereadores – Fernanda Curti, 1º mandato, Maurício Brinquinho, Marcelo Seminaldo, Janete Pietá e Rômulo Ornelas. Genilda Bernardes, vereadora e presidente do partido em Guarulhos, não conseguiu a reeleição.

Contudo, a base de sustentação e oposição aos possíveis governos de Guti e Elói Pietá (PT) só devem ser formados após a definição do segundo turno das eleições, que acontece no próximo dia 29. Além dos partidos já destacados, também contam com representação na Câmara Municipal – PSDB (2), PP (1), DC (2), DEM (1), PDT (1), PSOL (1) e PTB (1). Destaque para o PTC, que volta a ter representação na Câmara ao eleger três parlamentares.