Dados do terceiro quadrimestre de 2020 são apresentados pela Secretaria da Fazenda

Presidida pelo vereador Pastor Anistaldo, do PSC, presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Casa, a audiência Pública da Secretaria da Fazenda referente ao terceiro quadrimestre de 2020 contou com a participação de vereadores e demonstração de dados por representantes da Pasta.

“Começando com as receitas a gente vai gradativamente aumentando a nossa lupa e detalhando ela mais; um começo menos detalhado, a gente vai comparar as nossas receitas, receita acumulada do exercício de 2019 frente a receita acumulada do exercício de 2020. A gente vai ver que receitas correntes a gente teve um aumento de 3% que foi de 4,1 bi para 4,296; as receitas de capital tiveram uma queda de cerca de 8,7% indo de 110 milhões para 100, gerando um total líquido de receita, com aumento de 3% indo de 3,9 bilhões em 2019 para 4 bilhões em 2020”, disse Guilherme Costa Moreira, da Divisão de Planejamento Financeiro, da Secretaria da Fazenda.

Após a explanação inicial e detalhamento dos dados, a justificativa para a queda de 84% na receita patrimonial foi o fato de 2020 ter sido um ano difícil por conta da pandemia de Covid-19. Vereadores fizeram questionamentos sobre pontos específicos de determinadas Secretarias.

O secretário Adjunto da Fazenda, Mario Sasaki, disse: “Estamos à disposição para qualquer questionamento, gastos com pessoal, custeio em termos globais, nós temos departamento de orçamento; agora detalhamento nós não temos, nós temos o macro, quanto foi gasto de pessoal, quanto foi gasto de custeio. Gasto pontual nós não temos”.