Isolamento social: média fica em 38,5% neste ano

Foto: Ivanildo Porto

Giovanna Silvério

Desde o início do ano, Guarulhos registra uma média de 38,5% na taxa de isolamento social, um percentual considerado muito baixo por conta da pandemia da covid-19 que se alastra de forma muito rápida e letal.

De acordo com os dados divulgados diariamente pelo Sistema de Monitoramento Inteligente (Simi), implantado pelo Governo do Estado de São Paulo para monitorar a população através do sinal GPS dos aparelhos celulares, a taxa de isolamento social registrada no município neste último mês de novembro foi de 44% de sua população de 1,4 milhão de habitantes. Ou seja, cerca de 620 mil pessoas. O índice registrado em todo estado no período foi de 47%.

A principal arma para enfrentar o inimigo invisível foi a conscientização das pessoas, para que todas as medidas adotadas até hoje pela prefeitura fossem eficazes.

Diante do sistema implantado pelo governo estadual, a central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

O Simi-SP é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o estado possa consultar informações agregadas sobre deslocamento nos 645 municípios paulistas. As informações são aglutinadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus. No momento, há acesso a dados referentes a 105 cidades maiores de 70 mil habitantes. O sistema é atualizado diariamente para incluir informações de municípios.